NOTÍCIAS

Fique por dentro das novidades

Celular ao volante é um dos grandes vilões do trânsito

 

 De acordo com a Seguradora Líder, estudo aponta que um a cada cinco brasileiros admitiu usar o telefone enquanto dirige
Considerado uma infração gravíssima pelo Código de Trânsito Brasileiro (CTB), o uso do celular por motoristas nas ruas e estradas do país segue sendo uma grande preocupação. Estudo do Vigitel, ligado ao Ministério da Saúde, divulgado este ano, aponta que um a cada cinco brasileiros admitiu usar o telefone enquanto dirige.
 
O número é ainda mais preocupante porque, segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), as chances de um motorista utilizando o celular se envolver em um acidente aumenta 400%. E não para por aí. A Associação Brasileira de Medicina de Tráfego (Abramet) aponta ainda que esta é uma das principais causas de morte no trânsito no país. Vale lembrar que, no ano de 2020, o painel Dados DPVAT estima que haja cerca de 30 mil avisos de acidentes de trânsito com mortes no Brasil.
 
Mas não é apenas no Brasil que a combinação celular e direção preocupa. Recente estudo divulgado pela National Safety Council (NSC), entidade sem fins lucrativos especializada em desenvolver e promover políticas de segurança na sociedade americana, aponta que 96% dos entrevistados concordam que digitar e-mails e mensagens enquanto dirigem é um grande problema para a segurança no trânsito. Em paralelo, 34% assumem já ter exercido tal atividade durante a direção e 44% declaram que costumam ler e-mails e textos enquanto dirigem.
 
O estudo da NSC “Understanding driver distraction: How banning use of cell phones and interactive in-vehicle technology while driving can save lives” mostra, ainda, que 87% dos americanos apoiam a criação de leis que banem a utilização de celular para leitura, digitação e envio de textos durante a direção.

 

 

 

 

 

Fonte: Estradas

30 de outubro de 2020