NOTÍCIAS

Fique por dentro das novidades

Carro voador completa viagem de 35 minutos na Eslováquia

 Um protótipo de carro voador concluiu um voo de teste entre dois aeroportos da Eslováquia, que demorou 35 minutos no ar. Foi o primeiro voo interurbano do veículo.

Desenvolvido pela empresa Klein Vision, o veículo chamado de AirCar foi apresentado pela primeira vez em 2019. "AirCar não é mais apenas uma prova de conceito. Tornou a ficção científica uma realidade", disse Anton Zajac, cofundador da empresa, em comunicado à imprensa.

O AirCar Prototype 1 é movido por um motor BMW de 160 cavalos e vem equipado com uma hélice fixa. Ele se transforma de aeronave em veículo rodoviário em menos de 2 minutos. O veículo é capaz de percorrer até 1.000 quilômetros e chegar a 2.500 metros de altura.

O protótipo pode transportar duas pessoas, com um limite de peso de 200 kg. “É um carro voador por todos os meios e propósitos”, disse a Klein Vision.

O voou entre a cidade de Nitra e a capital Bratislava aconteceu na segunda-feira, 28. No ar, o veículo voador atingiu a velocidade de 170 km/h. Após pousar, a aeronave se transformou em um carro e foi levada ao centro da cidade pelo CEO da Klein Vision, Stefan Klein, e por Zajac.

Segundo a Klein Vision, o projeto é protegido por 12 patentes e custou aproximadamente 1,7 milhão de euros.

A empresa informou que está trabalhando em um modelo chamado AirCar Prototype 2, que terá um motor de 300 cavalos.

Espera-se que seja capaz de cruzar a 300 km/h e ter um alcance de 1.000 quilômetros.

Segundo o site da empresa, o planejamento é desenvolver AirCar de três e quatro lugares, bem como versões bimotores e anfíbios.

Mercado em expansão
Diversas empresas estão explorando o potencial de veículos voadores, apesar dos obstáculos que incluem segurança e confiabilidade. No Brasil, a Embraer recebeu no inicio de junho uma encomenda de 200 unidades de seu “táxi-voador” para a anglo-americana Halo. O modelo só deverá ficar pronto em 2026.

Diferente do AirCar, o veículo da gigante aeronáutica é um eVTOLs, aeronave movida por eletricidade e com decolagem e pouso realizados em formato vertical por dez hélices que são movidas individualmente. A aparência é de um drone gigante.

A expectativa é que o veículo final tenha um piloto a bordo e possa transportar pessoas entre pontos estabelecidos de regiões metropolitanas como forma de reduzir o trânsito e a poluição nas grandes cidades.

FONTE: Exame.com

2 de julho de 2021

PRIMEIRA HABILITAÇÃO? BAIXE O NOSSO EBOOK